Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, a prioridade foi recuperar as principais vias de acesso e de circulação de alguns dos conjuntos habitacionais mais populosos, como Aero Rancho e Coophavila 2. 

02/12/2019 por Flávio Veras

A Prefeitura de Campo Grande lançou licitação nesta segunda-feira (2) para a execução de 25 quilômetros de recapeamento, investimento de aproximadamente R$ 18,1 milhões, recursos de um financiamento contratado junto à Caixa Econômica Federal (Finisa). A concorrência foi dividida em quatro lotes para as regiões urbanas: Anhanduizinho, R$ 3,1 milhões; Bandeira, R$ 4,2 milhões; Centro e Prosa, R$ 5,5 milhões e Lagoa, R$ 5,2 milhões.

As empresas que forem participar do certame, terão até o dia 15 de janeiro para apresentar suas propostas. Dos 25 quilômetros de recapeamento previstos, 20 estão programados para a região periférica da cidade.

Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, a prioridade foi recuperar as principais vias de acesso e de circulação de alguns dos conjuntos habitacionais mais populosos, como Aero Rancho e Coophavila 2.

Na região urbana do Lagoa, que receberá 7,5 km, será refeito o pavimento da Avenida Marinha (que tem 3 km de extensão), principal via de acesso ao Coophavila 2.

Ainda na região, o planejamento contempla três vias estratégicas para a circulação de veículos na localidade. Serão recapeadas: a Rua Clineu da Costa Moraes, com 1km de extensão, que liga a rotatória da Marechal Deodoro/Manoel da Costa Lima ao Jardim Leblon; a Rua Manoel Joaquim de Moraes e o seu prolongamento a Souto Maior, que atravessa vários bairros, como Vila Jussara, Cooaphama e o Bairro Tijuca, numa extensão de 3 quilômetros

No Aero Rancho a Avenida de Raquel Queiroz será recuperada numa extensão de 1,3 km (entre a Avenida Gunter Hans/Rua da Divisão/Filipinas). Na região da Pioneira, Jardim Colonial, receberão asfalto novo a Avenida Filinto Muller (da Rua João Hernandes até a Senador Antonio Mendes Canale); a Francisco dos Anjos (da Filinto Muller até a Ana Luiza de Souza) e a Rua Candelária (entre a Boticário e a Avenida George Chaia.

Com os recursos de uma emenda impositiva, R$ 21 milhões, ainda neste ano serão licitadas para esta região, o recapeamento chegará nas avenidas anta Quitéria, Campestre, além da Rua da Divisão.

Ainda desta licitação lançada nesta segunda-feira, na região do Bandeira estão programados 8 quilômetros de recapeamento nas avenidas Três Barras (da Avenida Zahran até a Rua Gabiel Del Pino); Marques de Pombal; Marques de Lavradio, João Arinos e José Nogueira. No Centro, 4 quilômetros (Ruas Chadid Scaff, Rodolfo José Pinho e Amazonas) e no Prosa 2,3 km (outro trecho, da Ceará até a Jales) e na Rua Coronel Cacildo Arantes.

(*) Com informações da Prefeitura de Campo Grande.