A desorganização na realização da eleição que definiria os conselheiros tutelares da Capital levou o vereador a pedir anulação do pleito.

07/10/2019 por Adriano Hany

Após vários problemas relatados por eleitores durante a votação que definiria os novos conselheiros tutelares da Capital, o vereador do PSDB, Delegado Wellington oficializou um pedido junto a Secretaria Municipal de Assistência Social, solicitando a anulação da eleição ocorrida no último domingo (6). De acordo com o vereador não tem como seguir com o processo depois de constatada a desorganização na realização do pleito.

Foram muitas reclamações de eleitores, uns não votaram por desorganização das sessões eleitorais, outros por faltas de cédulas e ainda até por demora. Vale lembrar que o voto para conselheiro tutelar não é obrigatório.

De acordo com o vereador foram constatadas as seguintes irregularidades:

Falta de cédulas – A votação de forma escrita acabou gerando lentidão nos locais de votação, eleitores da Escola Municipal Professor Plínio Mendes dos Santos, no Guanandi reclamaram de um atraso de 40 minutos porque um dos mesários esqueceu as cédulas em casa;

Sem nome de candidatos – Eleitores também reclamaram que não era possível encontrar o número de seus candidatos;

Acesso aos locais de votação – a definição de apenas 60 escolas para votação foi resultado de um agrupamento feito pela organização, isso tornou difícil o acesso e conhecimento dos locais onde estava acontecendo a eleição;

Sem nome na lista – Muitos eleitores foram até as sessões, mas não puderam votar porque não encontraram seus nomes das listas de votação;